Resenha - Banda Circus Rock - Transmissão

em 5 de novembro de 2020


Depois do review do mais recente álbum da banda Cefa hoje compartilho com vocês as minhas impressões sobre o mais novo trabalho dos caras do Circus Rock.
Como sempre faço, antes de tudo vamos conhecer um pouco sobre a banda:
 
A banda Circus formada em 2014, natural do Rio de Janeiro tem como integrantes: Bernardo Tavares (vocal), Alex Heink (guitarra), Eduardo Lopez (guitarra), Thales Ramos (baixo) e Hugo Rezende (bateria).
O objetivo principal das letras é  transmitir e espalhar mensagens carregadas de críticas sociais, busca de autoconhecimento e emoções de forma sincera. Com seu primeiro álbum lançado “Em Meio à Destruição” e conquistando cada vez mais público a Circus anuncia então seu mais recente trabalho "Transmissão" que será divulgado dia 06 de novembro.
As oito novas canções interligam os assuntos mais relevantes para o grupo, relacionando a comunicação em sociedade e o cenário político - ambos interferem diretamente na criação da personalidade de um indivíduo. 
 
Transmissão 
 
Um grito de liberdade, igualdade e respeito às diferenças move “Transmissão”, urgente e impactante novo álbum da banda carioca Circus. Ao longo de suas oito faixas, o trabalho mescla a potência dos riffs do quinteto com uma lírica pungente e necessária no Brasil de 2020. O grupo recebe os convidados Arthur Mutanen (Bullet Bane), Caio Weber (Cefa), Milton Aguiar (Bayside Kings), Renato Rasta (NDR), o rapper Marcão Baixada e Rodrigo Lima (Dead Fish). O disco foi produzido por Jorge Guerreiro (Dead Fish, Matanza, Pitty, Titãs, Rancore) e Bráulio Drumond, em uma grande celebração de diferentes gerações do cenário nacional. 
Embora tenha um paralelo possível com as incertezas trazidas pela nova realidade de isolamento social, “Transmissão” começou a ser produzido há mais de 1 ano, entre criação das músicas, pré-produção, gravação, inclusão das participações, edição, mixagem e masterização. O álbum foi viabilizado por uma espécie de “financiamento coletivo informal”. Os músicos organizaram um circuito de shows, quatro eventos seguidos de produção independente, 100% voltados para a arrecadação do CD, cuja verba foi atingida com sucesso.

Minhas impressões sobre Transmissão


O álbum começa com a música "M.A.P.E.", siglas que são uma abreviação para: Matéria, Ambiente, Percepção e Estímulo. Para a banda são quatro peças chaves para entender os conceitos e ideias que são desenvolvidos durante o álbum.
A música com 01 minuto e 06 segundos começa calma e logo já nos dá indícios do que será o álbum, pesado e com letras marcantes.

O álbum em si começa com a música "O Plano" que tem participação de Rodrigo Lima da banda Dead Fish. Segundo a própria banda a música fala  sobre o projeto de sucateamento com serviços essenciais da sociedade, a miséria e a pobreza sempre foram um plano arquitetado para poucos se manterem com muito privilegio. 
As vozes de Bernardo e Rodrigo ao meu ver combinam super bem nesse som e deixa clara toda a raiva sobre o plano.

"Sucateie e depois venha me privatizar 
Que o acesso e a informação passe longe
Restrinja os meios e obrigue a me escravizar 
Com a mentira de empreender e ir longe"


A música "1317" vem em seguida e começa rápida, e aí eu que até então nunca tinha ouvido a banda percebo que os caras são bem hardcore e punks em relação ao estilo das letras bem politizadas. O que na minha opinião eu acho de extrema importância e que me agrada muito. 
Como a banda mesmo explica "é sobre as estratégias usadas, as tentativas de deslegitimar as minorias, cultura e nossa história".

Em seguida temos "Renascer" que ganhou um clipe bem bonito e que combina muito bem com a letra mais motivacional. 
Segundo a banda o som "fala sobre todas as nossas personalidades e sobre as máscaras que temos e trocamos de acordo com a situação ou ambiente que nos adaptamos. Mudamos a todo instante, literalmente. A pluralidade do ‘’eu’’ é uma constante metamorfose, mas em meio às diferenças em um grupo, o contraste pode fortalecer.
Alguns embates são necessários para se fazer entender e entender o outro, é importante não guardar para si todos os problemas, externar sempre, tudo faz parte do processo de desconstrução do ego, mas valorizando seu esforço e energia."

"Agora vejo e percebo o que me faz errar
O que me prende atenção também faz continuar 
O importante é ter um norte e acreditar em si
Pois no final todo o esforço é recompensa para ti"


Já em "Permita Sentir" a letra continua mais pessoal e menos política, com participação de Arthur Mutanen da banda Bullet Bane, talvez seja minha música preferida do álbum. 
"'Permita Sentir'" é uma tentativa de tranquilizar toda ansiedade e também tirar a raiva e estresse que se acumulam dentro de você. Nos prendemos a compromissos, objetivos, imposições e toda uma pressão que se constrói. Às vezes apenas não dá, quase sempre é impossível, é mentira, é uma fachada que construímos, reprimindo nossas vontades, sentimentos e até mesmo nossa felicidade. Quando encontrar esse ponto bom tente sempre compartilhar, ser positivo para estabilizar isso, passe a tranquilidade pro outro, multiplique as coisas boas pra manter as coisas boas."

A próxima música com participação do Caio Weber da banda Cefa se chama "Novo Mundo"Na era digital, objetivos supérfluos são construídos a todo momento. A nossa convivência se tornou rasa, assim como os nossos desejos. Vivemos em uma eterna corrida para lugar nenhum, e essa canção fala exatamente sobre estes paradoxos. Novo Mundo é 4° single do álbum Transmissão.

"E quando o medo é ficar só
A pior morte é quando
Não tem ninguém para falar
É estranho conhecer tanta gente e ao mesmo tempo não ter alguém perto
Se perde nas tuas buscas, esquecendo quem estava ali
Não demore a perceber"



"Norte da Linha" pesada e direta, é sobre a vida no subúrbio e zona norte do Rio de Janeiro. Somos tomados pelo comércio da guerra, pela supervalorização de terrenos e desigualdade social, a salvação divina é paga a cada esquina e ainda te vendem uma segurança sobre uma violência que eles mesmos produzem. Em meio a tudo isso a gente só quer pagar um boleto e conseguir um emprego, estudar e depois descansar, conseguir ver amigos e pessoas queridas que te fortalecem em todos os sentidos.  Para conseguir o básico você precisa ser forte, pra continuar com a ideia de mudar o mundo tem que estar sempre em coletivo. 
Achei a letra e a explicação sobre a mesma muito interessantes, porque mesmo quem não vive no Rio consegue perceber todo esse caos e até se identificar de alguma maneira, afinal não é só no Rio de Janeiro que a desigualdade e a violência se fazem presentes...

O álbum termina com "Abstrações" e tem participação do rapper Marcão Baixada, Renato Rasta da banda NDR e Milton Aguiar do Bayside Kings.  
Em uma letra mais complexa, mas que na prática nos faz pensar que é necessário entender que as estruturas e paradigmas que são construídos e estimulados e que entendendo esse processo podemos tomar consciência de que grupos e elites utilizam esse tipo conhecimento em benefício próprio, para construir uma cultura e realidade de privilégios às custas de miséria, de luxo e injustiça. Isso serve para entender também a construção do próprio indivíduo, as cobranças que talvez não façam sentido, a imagem a zelar que é mera superficialidade, a concorrência e consumo exagerado. Entender para melhorar, se informar para construir, nós construímos a realidade.

"O que é real? Não sei bem
Com muros altos, não vejo além
De paredes forjadas, definições compradas
A longo prazo e com juros
Onde “likes” determinam seu futuro
E quem vai falar, se eu ficar mudo? Mudo
O que vai mudar se eu não mudo? O mundo"



Gostei do álbum, achei bem 'rock' tanto no quesito das guitarras, bateria etc quanto nas letras. As várias participações também são destaque nas músicas, as vozes se encaixaram de forma perfeita e dão aquele up no mesmo.  
 
Você pode fazer o pré-save do álbum clicando aqui.
 
Desejo todo sucesso nessa nova fase da banda!

Curta a página da banda no Facebook
Siga a banda no Instagram

Apoie a cena!

27 comentários:

  1. Não conhecia a banda até então. Gostei bastante do álbum e das letras.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa banda! Que ótimo poste, as músicas são boas!
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Vah, tudo bem?
    A banda parece ter letras bem fortes e impactantes. Achei bem legal a sua análise do album, acho que esse é um das primeiras postagens assim que eu li. Desejo muito sucesso pra banda.
    Abraços,
    Ava
    https://apenasava.com/

    ResponderExcluir
  4. Such a cool band & article! Thanks!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não conhecia o som dessa banda, achei bem interessante.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei a análise, esse álbum parece mesmo demais. :D

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha, não conhecia essa banda e o som é bem legal.
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia a banda. Não é um estilo de som que eu curta, mas gostei muito das letras.

    Beijos/Kisses.



    Anete Oliveira

    Blog Coisitas e Coisinhas

    Fanpage

    Instagram

    ResponderExcluir
  9. Estou sempre conhecendo bandas novas por aqui Váh, acho isso muito legal! Não conhecia o som da banda, uma pena a gente não estar podendo ir a shows presenciais, né? :/

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia, mas adorei a dica! Acabo conhecendo bandas e grupos musicais só pelos blogs, porque sou uma negação pra música, kkkk.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  11. Eu não conhecia essa banda, mas fiquei interessada logo de cara, por serem cariocas. Eu gostei bastante dos trechos que você separou, realmente são músicas bem contemporâneas, que nos fazem pensar e são bem críticas do sistema. Já gostei deles.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  12. Outra banda que estou adorando conhecer. hehe
    Tudo graças a você, parabéns pela iniciativa e pela qualidade nas postagens, assim podemos conhecer inúmeras outras bandas de qualidade e que tem tudo para bombar!
    Eu adoro músicas que trazem reflexões da realidade e um pouco de crítica, até lembrei do Gabriel, O Pensador e outros cantores que curto e que falam a verdade nas músicas.
    Já salvei o canal deles e vou conferir as músicas.
    Beijos. 
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  13. Adoro suas resenhas de bandas, pois geralmente é um pessoal que nunca ouvi falar e nunca ouvi, e assim fico conhecendo músicas e músicos novos :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  14. Wow such a great band, I didn't know them before xx

    ResponderExcluir
  15. Thank you for sharing.

    New Post - https://www.exclusivebeautydiary.com/2020/11/ysl-rouge-volupte-shine-oil-in-stick.html

    ResponderExcluir
  16. Nice to meet this rock band. Thanks for sharing. Their songs sound interesting.
    https://modaodaradosti.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia a banda e adorei saber que eles são cariocas! E falou tudo: O RJ é tenso, mas acho que o Brasil todo tá assim, né? :( Eu achei as letras bem pesadas e confesso que o rock mais pesado não é o meu estilo de música favorito, mas são verdadeiras as músicas e as críticas necessárias. A última foi a que mais mexeu, nessa questão dos likes, por exemplo. Enfim, arrasou na resenha e sucesso para eles! ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia a banda,mais achei muito interessante saber mais sobre a mesma e também ter uma amostra do som que eles tocam.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Amei conhecer a banda (é difícil uma indicação sua que eu não goste). <3

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  20. What you say is nice, and if have a fashion hair will be perfect like u part wigs
    Have a nice day!

    ResponderExcluir

© Hey I'm With The Band | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.