Livro: Mania

em 22 de fevereiro de 2019


Eu adoro poemas e poesias, já comentei aqui no blog sobre dois livros muito bacanas do gênero, o Ri, Mas da Juliana Aguiar e o Depois Daquilo da Vanessa Brunt. 
E hoje é dia de indicar mais um livro muito legal, é o Mania escrito pelo Rudi Renato Tedeschi Júnior. 
Então vamos a mais informações do mesmo:

Sobre o autor


Rudi Renato Tedeschi Júnior possui ensino médio no Colégio Farroupilha e superior incompleto em ciências aeronáuticas e psicologia na PUCRS, e filosofia na UFRGS. Infelizmente, passou por vários períodos de ansiedade, depressão e mania que o foram incapacitando de concluir seus projetos de estudo.
Hoje, superou a bipolaridade com a ajuda de profissionais de psicoterapia e de medicação. Trabalha com sua família em um minimercado e dando palestras com o tema: superação, poesia e mercado editorial. Rudi tem profunda gratidão por todos que acreditaram nele e o ajudaram a vencer seus maiores desafios.
Você, com certeza, faz parte disso.

Sinopse 

As dores da bipolaridade transformadas em poesia, poemas que transitam livremente entre a euforia e a depressão, entre a infância e a loucura. Rudi parece flutuar entre a simplicidade de uma nova linguagem e o caos originário da poesia maldita, mostrando sua habilidade em transformar o sofrimento em beleza, a doçura da infância em leveza, o descontrole da loucura em imagem.
Disfarçada de surrealista, a obra expõe esses surtos na forma de versos. Em poesia, Rudi transforma as variações do nosso humor. Mania é uma obra para quem deseja ver a linguagem de volta à sua origem, as memórias da infância reinventadas, a angústia posta em palavras. Mania é para você que quer a poesia com todos seus picos e vales, com toda sua instabilidade poética.
Mania é para você se perder da razão e encontrar um novo universo de sonho e de magia.

O livro foi lançado e 2018 pela editora LivroNovo e caso você queria uma cópia desse livro incrível, ele está à venda somente diretamente com o autor, que pode ser contatado aqui
Vou deixar alguns trechos do livro que eu gostei muito, espero que vocês também gostem! ♥
Belas palavras não? Eu sempre me identifico com poesias. Esse é um tipo de arte que me agrada muito. Vejo muita beleza e sentimento nas palavras. 
Espero que vocês também tenha gostado e só lembrando que quem quiser ter uma cópia desse livro é só entrar em contato com o autor nesse link.
Até semana que vem!

Bosque do Alemão

em 20 de fevereiro de 2019


Nos últimos tempos tenho turistado bastante por Curitiba haha! Mesmo morando aqui desde sempre tem vários lugares que eu ainda não conheço, e de modo geral a cidade tem várias opções de passeio, então é sempre bom variar os lugares e fazer coisas novas.
Já compartilhei aqui meu passeio no bar polonês Kawiarnia Krakowiak, no Parque Tanguá aqui e aqui e agora é hora de conhecermos juntos o Bosque do Alemão.

O local fica em uma área de fundo de vale com 38.000 m² no Jardim Schaffer, local onde no final do século passado a família que deu nome ao bairro era responsável por uma famosa leiteira na região, este bosque conta com equipamentos relacionados à cultura germânica, sendo assim uma homenagem do Prefeito Rafael Greca e da cidade de Curitiba à etnia que aqui se estabeleceu no século 19, a partir de 1833.
Entre os equipamentos está o Oratório de Bach - réplica de uma igreja presbiteriana de estilo neogótico que existiu no bairro do Seminário que abriga uma sala de concertos, lanchonete com produtos típicos, guarda municipal e sanitários.
Do jardim externo projeta-se a passarela ligada ao mirante, o qual está situado sobre a Torre dos Filósofos, uma torre com 15m de altura que, como os outros dois equipamentos, possui estrutura em troncos de eucalipto. Descendo a torre, chega-se ao Caminho dos Contos, uma trilha no interior do bosque que conduz o visitante à outra extremidade no ponto mais baixo do terreno.
No meio do percurso, que conta a história de "João e Maria" dos irmãos Grimm através de painéis de azulejo, situa-se uma biblioteca denominada Casa da Bruxa (ou Casa de Contos), que é um espaço reservado para desenvolver o interesse pela leitura no público infantil. 
Ao final da trilha, chega-se ao último equipamento: o pórtico que reconstitui o frontão da Casa Milla que, construída no início do século na Rua Barão do Serro Azul, representa um dos principais exemplares da arquitetura da imigração alemã. A varanda utilizada na réplica é a original.

Meu look
Camiseta: Loja aleatória de rua
Shorts: Savina Modas
Tênis: Converse All Star








Muito estilo esse Everton!





Caminho de João e Maria










E essa foto eu achei legal, é isso haha!

Espero que vocês tenham gostado das fotos e até o próximo post! 

Créditos: Parques e Bosques

Music Monday

em 18 de fevereiro de 2019


O Music Monday de hoje é especial, hoje temos a banda Real Friends aqui no blog. Digo especial por vários motivos:

        1. O primeiro post de Music Monday aqui do blog foi com eles 
        2. Conheci a banda no antigo blog Pop Punk Academy quando eles ainda nem eram tão conhecidos
       3. Quando viajei pra Polônia em 2016, no trajeto de ônibus de Varsóvia pra Cracóvia eu fui ouvindo o recém lançado álbum na época "The Home Inside My Head"
        4. No próximo domingo dia 24.02 terá show deles aqui em Curitiba e eu vou!

Um Music Monday realmente bem especial pra mim e pra comemorar e já entrar no clima hoje teremos a música "From The Outside" que está presente no álbum Composure lançado em 2018. Pra que não sabe Real Friends é uma banda de pop punk formada em 2010 em Illinois, Estados Unidos. A banda tem letras fortes e emotivas, bem emo mesmo haha, mas com a pegada animada do pop punk. Espero que vocês gostem do som e me contem aí, já tem algum show previsto pra ir? De quem?

"Engolindo um sentimento
Contando as rachaduras no teto
Nunca atingiu as profundezas deles antes
Encontrando falhas em todos os formatos
Eu sei, mas não mostrei isso
Eu poderia me levantar do chão
Vou encher meu copo para tirar a borda
A escolha é minha
De fora
Eu pareço bem
No interior eu ainda estou doente
A pílula é uma correção temporária
De fora
Eu pareço bem
Redefinir o fundo do poço com estas garrafas laranja vazias
Nunca me senti tão paralisado antes 
Estamos todos procurando por algumas respostas
Com a lanterna quebrada do carrasco
Crescendo cada vez mais perto do chão
Vou encher meu copo para tirar a borda
A escolha é minha
Por que eu, por que eu me sinto tão frio?
Por que eu ainda estou tão pra baixo?
Por que eu deveria, por que deveria me levantar ou sair?
Por que eu deveria?"


Curta a página da banda no Facebook
Siga a banda no Twitter

Siga a banda no Instagram

Apoie a cena!

Parque Tanguá - Parte 02

em 14 de fevereiro de 2019


Olá pessoal, hoje compartilho com vocês a segunda parte desse post, caso você tenha perdido a primeira parte é só clicar aqui
Mas relembrando rapidamente, eu a Alessandra e Caroline fomos fotografar no Parque Tanguá e as fotos de hoje são as que a Ale tirou de mim.
Gostei muito do resultado, a luz de lá é ótima e eu achei que esse ensaio ficou bem a minha cara. Amei ♥













Essa é a tattoo que eu comentei no  último Thanks For The Memories; falando mais sobre ela é uma paisagem com montanhas, uma estrada, pôr do sol e a frase é um trecho da música "Gold Steps" da banda Neck Deep, inclusive eu indiquei essa música em 2015 nesse Music Monday. Ah, o trecho da música é "I've been moving mountains that I once had to climb" traduzindo "Eu estive movendo montanhas que uma vez eu tive que escalar".


As fotos da Ale e da Carol quem tirou foi eu hehe!








Bastidores haha!















E esse é o Parque Tanguá!


Caso você queira visitar o lugar fica no seguinte endereço:
Rua Oswaldo Maciel, 97 - Taboão, Curitiba

Espero que tenham gostado de todas as fotos e até o próximo post!
Obrigada por me acompanharem! ♥
© Hey I'm With The Band | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.